MONÁDICO (*)

única, "unádica"

Monolética,

1

Antes, a humanidade percebia-se a si mesma como o produto de uma causa-acção, única, "unádica", monádica ou monolética, simples, e assim actuava por acreditar que a natureza era feita de partes sem um todo ou sem um desenho unificador.

Hábito de ver e tratar tudo como unidades simples e separadas na teoria e, seu correspondente modo de actuar individualista e segregacionista, isolando-as do contexto sistêmico que é sempre plural.

Ser monádico é um erro de percepção que conduz à maximocracia unilateral, impondo competição ilimitada.

DIÁTICO (*)

"biuna", diádica

Dialética

2

Depois, percebeu-se como um produto da causa-acção "biuna", diádica ou dialética e tentou actuar assim nos últimos 150 anos,  "unidades" duais dispostas em duplas e o seu correspondente modo de actuar ou de luta de opostos, acreditando ter descoberto a contradição como princípio motor da história.

TRIÁTICO (*)

"triuna", "triádica"

Trialética

3

Actualmente começa-se a perceber como um coproduto, cocriador em cocausa-acção triuna, triádica ou trialética sistêmica, e terá que começar a actuar assim em triunidades ou conjunto de partes dispostas em jogos de três, complementares, em combinações variáveis e o seu correspondente modo de actuar proporcionalista, para sobreviver a mais longo prazo, porque acreditamos ter descoberto que a contradição, a cooperação e a neutralidade são somente os três lados de um mesmo fenômeno, as três caras de uma mesma esfinge: a energia triuna, o ser trimembrado, uma unidade tripartite.

               

FONTES  DE  COMPILAÇÃO  DE  DIVERSOS  CONTEÚDOS

                         

GEOe-mail

                                

 

(*) Conceitos (neologismos filosóficos / sociológicos) desenvolvidos por Waldemar de Gregori

no  Manisfesto da Proporcionalidade com Democracia Directa  (2005)